So how can anybody say, They know how I feel

 

 

 

 

 

 

publicado por Ricardo às 10:39 | link do post

 

 

Em primeiro lugar quero confessar que o Tintin nunca foi a minha primeira escolha de banda desenhada. Quando era mais jovem e posteriormente ao Petzi sempre preferi o Asterix ou o Lucky Luke, sendo que acredito que a ideia pré concebida de um herói francês (espera… o Asterix é uma espécie de francês… adiante…) não me atraía muito…

 

No entanto li alguns, e diverti-me com as aventuras do repórter que não escrevia uma linha, do cão Millu e do Capitão Haddock (cuja ideia deve ser o nome inglês do peixe e não ad-hoq).
Hoje fui surpreendido por uma notícia que informava que um cidadão congolês tinha processado judicialmente a editora dos livros do Tintin por conteúdo racista no livro “Tintin no Congo” publicado em … 1938…

Não ponho em causa que o livro tenha referências racistas subliminares. O Hergé era um “colaboracionista” e “anti-semita” convicto, no entanto a principal alegação do queixoso são os estereótipos criados relativamente aos habitantes do Congo (à altura uma colónia Belga).

Eu gosto de estereótipos divertidos. Acho que é preciso ter sentido de humor para os ultrapassar e ontem enquanto sentado a cortar o cabelo ouvia 3 brasileiros a conversar (um da Baia, outro Gaucho e outro do Rio) voltei a perceber porque motivo os brasileiros conseguem ultrapassar com humor todos esses estereótipos “locais” como “Se és Baiano tens de saber tocar violão…” e nós, cinzentos como habitualmente, partimos logo para aquele orgulho tão pequenino que facilmente seria substituído por um sorriso, uma piada e boa disposição.

Voltemos ao caso do Tintin e imaginemos este princípio a toda a literatura publicada ao longo da história… onde iríamos parar? No Antigo Testamento? Nos hieróglifos?

Parece-me ridículo que um qualquer tribunal belga sequer conceba a possibilidade de retirar os livros do Tintin da zona reservada a crianças, ou mesmo a literatura juvenil…

Parece-me tanto aquela tentativa (que todos os dias vemos) de se tentar ser tão sério em assuntos tão inúteis e descartarmos o que realmente importa…

 

Mais infos aqui.

publicado por Ricardo às 13:43 | link do post
tags:

 

 

 

publicado por Ricardo às 12:25 | link do post

 

 

 

publicado por Ricardo às 09:50 | link do post
tags:

 

 

 

publicado por Ricardo às 16:47 | link do post
tags:

 

 

 

publicado por Ricardo às 10:04 | link do post
mais sobre mim
Playlist
Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
14
15
16
17
18
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
pesquisar neste blog
 
Posts mais comentados
comentários recentes
Em primeiro lugar muito obrigado por ter perdido o...
Muitas palavras pouco conteúdo.A mesma admiração q...
Muito bom o post amei vou sempre visitar seu websi...
Concordo plenamente, esse Daniel Oliveira pode ter...
Ola, mantenho um blog chamado "Tralhas Varias" ded...
Ah I see what you mean. Hei-de ver :)
Este filme tem tudo para funcionar...a ver vamos. ...
Hum...pelo menos a maior parte talvez seja mesmo! ...
tão verdade!gostei :)
Fiquei aguçado...
subscrever feeds
SAPO Blogs